11 de ago de 2013

Diário de uma estudante irritante #2 - Coisas que você não deve fazer na escola

Olá pessoal! Sei que a Marina está de férias do blog, mas eu não podia deixar de fazer minha coluna aqui. Minhas aulas voltaram e eu não consigo ficar sem falar sobre isso (mesmo quando também não estou indo). Meu nome é Lisa, e eu acredito que já me apresentei corretamente no meu primeiro post no blog
E para o meu segundo post do Diário de uma estudante irritante (DUEI?) vim falar um pouco sobre coisas que você não deve fazer na escola. Não são coisas como: grite com seus colegas ou faça bullyng, porque todo mundo sabe que não se deve fazer isso (pois é gente, não façam isso!), são coisas que a gente pensa que é bom fazer, mas acaba descobrindo que não é legal, e quando descobre, pode ser um pouco tarde para concertar as coisas. Eu acabei fazendo muitas dessas coisas, mas consegui concertar a tempo, pelo menos parte disso tudo. Chega de suspense, vamos as "coisas":


1- Ser anti-social: "Eu não gosto dessas pessoas! Ninguém me entende! Ninguém é como eu!" Pode até parecer bom ser anti-social, não ter nenhum amigo na escola e ser aquela pessoa que se destaca por ser diferente. Mas não, isso é muito ruim! (Pensando bem, isso não parece bom). Ser anti-social, por questão de escolha (tipo assim, eu não quero falar com as pessoas) não é bom e só acaba prejudicando a gente mesmo. Algumas pessoas não tem amigos por timidez, e isso é outra história, mas não ter amigos porque não quer ter amigos não é legal. Não é só por ter que fazer trabalhos sozinho, ou não ter amigos para pedir cola no "branco" na hora da prova, é só porque se você não tiver amigos, a escola vai se tornar um saco. Porque a maioria das pessoas vão à escola? Para ser alguém na vida? Bobagem! A gente só pensa nisso a partir do primeiro ano, todo mundo vai a escola para conversar com os amigos, fazer amizades e conhecer novos seres humanos. Se fosse para ser anti-social, cada sala só tinha um aluno (e nós poderíamos estudar em casa). Fazer amizades faz parte de ser humano, então, bora conhecer gente!

2 - Amizades com professores: "Não fale assim dele, eu gosto de professor Fulano de tal" Eu disse acima para fazer amizades, mas com alunos e funcionários da escola, professores não!!! Parece até que eu sou maluca, mas estou falando sério. Se você tiver amizade com um professor, não vai poder fazer (ou deixar de fazer) várias coisas na aula dele, tudo por causa da sua amizade. Por exemplo: professor tal pede trabalhos de um em um dia, mas é seu amigo. Você sabe que esses trabalhos são chatos, ou que não vai dar tempo de fazer ou que você não quer fazer. Mas não pode falar com ele para não estragar a amizade. Imagina criticar um professor que é seu amigo? (Quando digo criticar, são críticas construtivas, tipo: "fêssor, ninguém aqui é The Flash para fazer três trabalhos para amanhã não, sabia que alunos estudam outras matérias?" obs: não usem essas palavras). Eu digo por experiência própria: já tive amizades com vários professores, e só me dei mal por isso. Alguns até me colocavam entre ele e meus amigos alunos! Assim não dá! Professor é professor, e amizade com eles só se for fora da escola. Alunos e professores são como cães e gatos: não podem conviver juntos u.u (eu sei que tem uns que convivem, mas valeu a metáfora). 
Atenção: não ser amigo é uma coisa, faltar com respeito é outra!

3 - O 'Dar de ombros': "Foda-se essa me@#$" Na-na-ni-na-não! Não faça esse tipo de coisa. Não fique "dando de ombros" para tudo. "Ah! Lisa, você deve ser nerd, fazer trabalho/dever é um saco, foda-se isso" Vocês devem estar pensando isso (ou não?) mas é verdade. Cada coisa na escola tem um propósito (menos a aula de Ed. Física) e se professor-chato te pediu para fazer um trabalho sobre as subespécies de mosca existentes em um pão embolorado, faça! Estudos são importantes, e levar a sério é ainda mais. Não fique deixando as coisas para lá, como se não ligasse, faça o que foi pedido! Ou tia Lisa vai assombrar você MUAHAAHAHHAAHAH'
Censurei o merd*, mas não o foda-se \o/

4 - Faltar muito às aulas: "Mas eu odeio acordar cedo!" Esse item a Marina (e sua família matadora de aula) não aprova U.U Matar aulas pode ser viciante (dizem por aí que vicia mesmo), mas não é bom. Já perceberam que nada que vicia é bom? Então, faltar aulas não é exceção a regra. Quando você falta de aula perde matéria, explicação, fofocas, tempo, trabalhos, provas, testes, enfim, muita coisa! E depois, recuperar o tempo perdido é bem difícil! Nenhum professor pode ficar 'voltando no tempo' para explicar coisas que você perdeu porque quis. E sem contar que é muito mais difícil aprender alguma coisa lendo, ou ouvindo explicações de colegas. Na maioria das vezes seus colegas também não podem ficar te explicando, porque eles não foram treinados para isso. Então querido estudante, não falte de aula. Apenas se, e somente se, você não puder ir mesmo. Se possível, vá para a escola até doente! ~brincadeira~

5 - Não prestar atenção nas aulas: "Estou presente, mas só com o corpo"  Vou falar igual uma conhecida minha: Fio (ou Fia, se você for menina) não faça isso! Se você vai para a escola, é para estudar! Largue o fone de ouvido, o celular, o notebook, o jogo da velha, o papo furado, o desenho no seu caderno, o mangá que você está lendo (ou livro ou gibi), a caricatura do professor, aquele garoto gato que está estudando na sala ao lado e SAIA DO MUNDO DA LUA!!! Você pode até ser anti-social, ter amizade com professores, dar de ombros para seus deveres, faltar aulas, mas se você está na escola, estude! Escute tudo que seus professores disserem como se sua vida dependesse disso (porque dependendo do ângulo, depende mesmo) e aprenda como se não houvesse amanhã! Saia do fundão e pare de bater papo com seus colegas, existe hora para isso. Saia do canto e pare de dormir tudo tordo nessa carteira, que também existe hora (e lugar) para dormir. Se a escola estiver pegando fogo, mas o professor continua dando aulas na frente da sala, deixe ele morrer queimado e caia fora daí!! (de jeito nenhum alguém vai ficar ouvindo um maluco desse). Mas se a escola não estive pegando fogo, fique aí ouvindo, isso é muito importante, por mais que seja inútil. (Um grande paradoxo da escola: tudo é importante, mas inútil.) Fique ouvindo e estude bastante, porque se você não é filho do Eike Batista (ou o próprio) você vai ter que estudar se quiser comer, ter cama para dormir, energia na sua casa, um computador e etc. Porque isso tudo depende de dinheiro, e para ter dinheiro você precisa de um emprego (ou um bom 'padrinho') e para ter emprego você precisa de estudos... E eu sei que você não é rico, porque rico, meu "fio", rico não lê blog ^-^


Esse foi meu post de hoje, e espero que as dicas sejam úteis e que vocês (se não colocarem em prática) ao menos pensem nelas. Prometo logo logo voltar com mais posts sobre a escola, estou adorando ter uma coluna *o*

Ah! Essa postagem não é programada, caso estejam na dúvida. O google está com um doodle lindo com um pai segurando uma filha nos ombros, e antes que eu me esqueça, para todos os pais, estudantes ou não, leitores do blog ou não, feliz dia dos pais!! Sem vocês nós não seríamos tão irritantes  nada xD


4 comentários:

  1. acho que sou anti-social D: n quero ser porque estou perdendo minha amiga aos poucos e ficando mais alone a cada dia... só n fico alone por completo pq tenho namorado, se n seria bem pior. Eu levo a escola totalmente a sério, pq é a partir dela que eu vou ser alguém na vida, hihi >w<

    Ah, eu estou com as afiliações abertas sim, já te coloquei :3

    Beijos, Kaira.
    Breaking Doubts

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito ruim ser alone na escola, fica até mais chato ir para a aula todo dia >.<

      Ok, vou te colocar também :3

      Excluir
  2. Eu tenho amizade com professores ;-;
    Mas assim, não é pra abusar e tudo isso. Odeio alunos que se aproveitam da amizade com um professor. Eu converso com eles sobre assuntos não escolares e coisas aleatórias, já que meus amigos são todos de outras turmas e só vejo eles no intervalo entre as aulas.
    Estudar é um verdadeiro saco! Fazer trabalhos é ainda mais chato, tem muitas vezes que tenho vontade de gritar "FODA-SE ESSA MERDA TODA, FODA-SE TODO MUNDO! VOU VIRAR MORADORA DE RUA OU REVENDEDORA AVON!" Mas aí eu penso na minha faculdade e em ser independente e desisto.
    Eu costumo não prestar atenção em aulas especificas, que sei que não farão diferença na minha vida, tipo artes e geografia. Pouco me importo sobre o que é pintura abstrata e o que é uma península e não quero saber sobre o oceano atlântico e nem o trópico de capricórnio. Isso é irrelevante para mim! Mas enfim rs'..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também tenho amizades com alguns, mas é bem superficial, ter amizade com eles dentro da escola é um pouco chato, eles ficam te pedindo favores e às vezes eu fico com a consciência pesada de fazer algo "errado" na aula deles -.-

      Foi por isso que eu disse que a escola tem muitas coisas importantes, mas inúteis. Geografia e artes não são importantes na sua vida, mas no vestibular são (menos artes, não tem artes no vestibular). Eu não tive geografia ano passado, mas esse ano voltou e eu não tenho biologia, aí vejo que biologia está me fazendo falta, fiz um simulado do ENEM e não sabia nada de biologia ^^ (não estudo artes desde a 8ª série).

      Mas que dá vontade de falar foda-se tudo, dá! kkkkk'

      Excluir

Seja educado, não use palavras ofensivas ou de baixo calão;
Comente algo relacionado ao post, para outros assuntos use a ask;
Obrigada e volte sempre!